Sábado, 01 de Novembro de 2014  
Indique Cadastre-se Contato Anuncie
     Home
     Planejando
     Gestação
     Parto
     Mamãe
     Papai
     Babá
     Classificados
     Decoração
     Brincadeiras
     Nomes
     Cartão Virtual
     Data Prov. do Parto
     Papel de Parede
     Músicas
     Quem somos
     Imagens/Artigos
     Sorteios
Planejando a gestação
     Planejamento
     Psicologia
     Saúde
Psicologia
Você está preparada para ser mãe?
(Dra. Camila Paulozzi - Psicóloga)

Você está preparada para ser mãe?

Ser mãe é estar sempre disposta, para dar carinho amor e atenção ao seu filho e existem mulheres que nasceram para ser mães. Costuma-se ouvir dizer mulheres, que o seu maior sonho é vir a serem mães - outras, porém, preferem ter como ambição uma carreira de sucesso, mas sem nunca pensar em vir a ter filhos.

Mas, em ambos os casos, a mulher tem sempre muito amor condensado dentro do seu íntimo, para dar e vender - o chamado instinto maternal..

Porém, nem sempre o valor da maternidade é o mais desejado e isso, não implica que as mulheres estejam totalmente desligadas do mundo infantil. A mulher procura acima de tudo, um lugar no pódio das profissões às quais apenas o homem, tinha acesso noutros tempos. Afinal, o que mudou? A sociedade ou as mulheres em si mesmas?

Muitas mulheres declaram que esse Instinto Maternal surge logo à nascença, mas, outras afirmam que, esse valor só se desenvolve quando a mulher engravida e que atinge o seu auge, na altura que vai dar à luz. O que significa que, se muitas mulheres ainda não têm dentro de si esse instinto, é porque ainda não chegou a sua hora de ser mãe. Nada mais que isso.

Tanto a carreira como a família é importante para o equilíbrio, mas há mesmo quem afirme que com apenas uma das duas, se atinge a estabilidade. Ser mãe está na base da realização pessoal de uma mulher, pelo menos é a opinião das muitas mães do nosso país.

Ter um filho fascina muitas mulheres, mas outras preferem os dos seus amigos a ter um. Aqui está a questão da liberdade, alcançada após tanto tempo e que agora não se quer perder, envolva o sacrifício que envolver.

O amor pelos filhos é real. Sente-se num toque, num olhar, numa carícia. Sendo a mãe biológica ou não, a mulher atribui todo o amor que tem dentro de si, àquela criatura dependente da sua força e amor. Se ainda não sente aquilo a que chamam de Instinto Maternal não se preocupe, nem julgue ser anormal relativamente às outras mulheres. A necessidade de ser Mãe aparecerá oportunamente e aí, estará realmente preparada para ser Mãe.

Dra. Camila Paulozzi
Psicóloga

KUKA Baby
© Copyright 2006 - ABC do Bebe Todos Direitos Reservados - Desenvolvimento e design Personality - http://www.personality.com.br